Notícias

BWF fornece informações sobre procedimentos de exames antidoping durante a pandemia

Sexta, 24 de Julho de 2020, 08h44
Tecnologia da Comunicação/CBBd/HM
Tecnologia da Comunicação/CBBd/HM
A Federação Mundial de Badminton (BWF) divulgou, através de memorando, informações anexas para atletas e treinadores sobre procedimentos adicionais para coleta de amostras (urina / sangue) / testes antidoping durante a situação atual do COVID-19.

Os novos procedimentos seguem o Padrão Internacional da WADA para Testes e Investigações (ISTI), no entanto, segundo a BWF, existem novos elementos que levam em conta a saúde e a segurança de seus atletas, bem como do pessoal de coleta de amostras.

Os procedimentos, introduzidos pela WADA, serão utilizados pelas Organizações Nacionais Antidopagem (NADOs) e pelos Provedores de Serviços de Teste que estão trabalhando em nome do BWF durante a pandemia do COVID-19.

O que isto significa?

À medida que os "bloqueios" são facilitados e os atletas se tornam mais disponíveis para testes, o BWF e os NADOs aumentam o número de testes de volta aos níveis que estavam antes do COVID-19 começar.

Os processos de coleta de amostra atualizados:

São seguros e serão baseados nos regulamentos nacionais de saúde relevantes nos países onde a coleta de amostras está ocorrendo.
 
São implementados para proteger ainda mais a saúde de seus atletas e minimizar o risco de infecção por COVID-19 durante a coleta de amostras.
 
Exija informações pessoais adicionais de seus atletas durante o processo de coleta de amostras.
 

O que você precisa saber e como o processo mudou?

A maior parte do processo de controle de doping é a mesma e segue o padrão internacional da WADA para testes e investigações (ISTI). No entanto, algumas etapas adicionais foram incluídas para a segurança do atleta / pessoal de coleta de amostras. Essas mudanças incluem:

 
- O distanciamento social será mantido o tempo todo entre o atleta e o pessoal de controle de doping (DCP) - isso varia dependendo das recomendações feitas pelas autoridades nacionais de saúde;

- Nenhum contato físico direto entre o atleta e o DCP, como apertar as mãos.

- Uso de equipamento de proteção individual (EPI), incluindo luvas e máscaras faciais.

- A lavagem e a higienização das mãos acontecerão com mais frequência por todas as partes presentes durante o processo de controle de doping.

- O uso de um questionário de proteção COVID-19 antes que a coleta de amostras possa começar. As respostas ao questionário permitirão ao DCP estabelecer se é seguro que a coleta de amostras ocorra. As perguntas devem ser respondidas com o melhor conhecimento do atleta.

Deve-se observar que o fornecimento de informações falsas ou enganosas pode resultar em uma violação da regra antidopagem (ADRV) e uma proibição de até quatro anos.

Mais Informações

WADA COVID-19 Perguntas / Respostas para Atletas (inglês / francês)
WADA COVID-19 ADO Orientação para retomar os testes
 

Informações para atletas - novos procedimentos - Reino Unido Antidopagem (ver anexo)
 

Perguntas - entre em contato com:

Andy Hines-Randle
gerente sênior de integridade 
E-mail: a.hines-randle@bwfbadminton.org


Texto com tradução livre de BWF

Anexos Relacionados (Clique nos links para visualizá-los) :

CBBd no Twitter

Últimas Notícias CBBd

Mais Notícias