Notícias

Badminton brilha nos Jogos Escolares da Juventude etapa Natal

Quarta, 28 de Novembro de 2018, 12h03
Tecnologia da Comunicação/CBBd/HM
Tecnologia da Comunicação/CBBd/HM
Encerrada a maior edição dos Jogos Escolares da Juventude, com cerca de 5 mil alunos de 2.157 escolas públicas e privadas do país.
A maior competição estudantil já realizada no país chegou ao fim no último domingo, dia 25. Organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) desde 2005, os Jogos Escolares da Juventude reuniram neste ano, pela primeira vez, as duas faixas etárias (12 a 14 e 15 a 17 anos) em uma etapa nacional que movimentou Natal (RN), levando esporte, educação e cidadania para cerca de 5 mil atletas/alunos de 2.157 escolas públicas e privadas todos os estados do Brasil. 

Momentos que se tornarão inesquecíveis na vida dos futuros astros do esporte brasileiro, após passarem pela maior de todas as edições já realizadas pelo COB, com destaque para o brilho do badminton na competição.

 A edição nacional realizada em Natal (RN) contou com uma delegação japonesa e atletas que disputaram os Jogos Olímpicos Buenos Aires 2018. Os números dos Jogos são grandiosos e podem ser comparados a uma edição de Jogos Pan-americanos. Além dos atletas e gestores das delegações, participaram ainda 464 árbitros, 220 voluntários, sendo 90 militares das três Forças Armadas – Exército, Marinha e Aeronáutica –, técnicos e observadores de oito confederações esportivas. Uma delegação convidada do Japão, com 25 integrantes, também participou da competição, em um intercâmbio com as cidades que receberão o Time Brasil nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

Em Natal, o COB e as Confederações Brasileiras Olímpicas mais uma vez montaram uma base de monitoramento com a participação de treinadores ou coordenadores das categorias de base, e até mesmo das seleções adultas, para a detecção de talentos para o esporte brasileiro. O objetivo do COB é avançar ainda mais e estabelecer um modelo sustentável para a detecção de talentos e desenvolvimento da base do esporte brasileiro.

Graças a essa rede de descobridores de talentos, os Jogos Escolares da Juventude já revelaram vários atletas para o alto rendimento. Da delegação brasileira que participou dos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018, no mês passado, 33 atletas entre 59 possíveis em 11 modalidades são oriundos da maior competição escolar do país, entre elas a jovem Jaqueline Lima, primeira medalhista de bronze do badminton brasileiro.


O destaque da competição no badminton foi para o Piauí, Estado que conquistou 08 medalhas nos Jogos Escolares da Juventude. Polo da prática do badminton, a modalidade potencializou as conquistas do estado nos Jogos.


Outro Estado com destaque foi de Sergipe, que com 6 atletas representantes e 2 técnicos conquistaram o significativo quantitativo de medalhas em ambas categorias. Foram 3 medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e parceria do Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

Confira os resultados no link abaixo

Links Relacionados (Clique nos links para visualizá-los) :

<

CBBd no Twitter

Últimas Notícias CBBd

Mais Notícias