Notícias

Prontos para os Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018

Terça, 02 de Outubro de 2018, 13h29
Tecnologia da Comunicação/CBBd/HM
Tecnologia da Comunicação/CBBd/HM
Estamos a menos de 4 dias do início das competições de Badminton no mega evento esportivo mais importante deste ano que acontecerá em nosso continente americano: os Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018, onde o Brasil será representado por dois grandes atletas: Fabrício Farias (BRA) e Jaqueline Lima (BRA), onde ambos alcançaram a qualificação nas cotas de acolhimento e universalidade.

Na noite de hoje, dia 2, data do embarque para a Argentina, os atletas receberão a visita do Ginga, mascote oficial do Time Brasil, e farão uma foto oficial no Parque Olímpico da Barra antes de seguirem para o aeroporto. 


Fabrício Farias é a estrela brasileira no lugar 25 no BWF Junior Ranking. Farias alcançou a classificação (15º lugar) após vários meses de competição. Entre seus melhores resultados estão a medalha de prata no evento de equipe do Pan Am Junior 2018 e medalha de ouro no Yonex Mexican International U19 2018 e na Argentina International 2018. Farias também participou de vários torneios na Europa como o Yonex Dutch Junior 2018, Italiano Junior 2018, espanhol Junior 2018, entre outros. Além disso, ele participou do BWF World Junior Championships 2017 e do XXII Campeonato Individual Pan Am 2018.

A jovem promessa do Brasil, Jaqueline Lima, participou de torneios de alto nível como o Mundial Júnior de 2017, o Malaysia International Challenge 2017, o Espanhol Junior 2018, o Italiano Junior 2018, o Holandês Junior 2018, entre outros, conquistando algumas medalhas que contribuíram para sua preparação e qualificação para estes Jogos Olímpicos na posição 25. Atualmente, Jaqueline está na 48ª posição no ranking Junior do BWF e continua a se preparar para as grandes competições deste ano.


Fabrício Farias e Jaqueline Lima trabalharam duro durante um período de treinamento no Centro de Treinamento de Badminton da Seleção Brasileira Junior, em Teresina, além de testarem estratégias nos torneios recentes, na busca da excelência em quadra. Eles participaram de um Camp, sob o olhar atento do treinador Martijn Van Dooremalen (NED), juntamente com outros jogadores de badminton do Chile, Cuba, El Salvador, Guatemala, Jamaica, Peru e México. 

Esta será a terceira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude. Em Cingapura 2010, o Brasil conquistou sete medalhas e em Nanquim 2014 foram 15.  Esse ano, a capital da Argentina receberá aproximadamente quatro mil atletas de 205 países para a disputa de 36 modalidades e 280 provas. Além das competições esportivas, o evento terá ainda uma programação educativa e cultural oferecida pelo Comitê Olímpico Internacional. O evento também apresenta novos formatos de modalidades, como o basquete 3x3, que fará sua estreia na versão adulta, em Tóquio, 2020, o kitesurfe, classe da vela que está no programa de Paris 2024, e o ciclismo BMX freestyle, que visa uma aproximação com o público jovem.  
<

CBBd no Twitter

Últimas Notícias CBBd

Mais Notícias