Notícias

Paratletas de tênis de mesa e badminton fazem intercâmbio em Toledo/PR

Terça, 10 de Outubro de 2017, 10h53
Silmar Ramos do BrOnline Notícias – Toledo (PR)
Silmar Ramos do BrOnline Notícias – Toledo (PR)
Paratletas de tênis de mesa de Fortaleza (CE), Manaus (AM), São Paulo e Curitiba, que disputaram nesta semana em Toledo, a 51ª edição do Campeonato Brasileiro  aproveitaram a estada na cidade para conhecer também o projeto do Parabadminton Toledo que ano a ano vem se tornando uma referência nacional, seja pelos bons resultados ou pela relevante contribuição social a jovens que possuem alguma limitação física.

Durante dois dias, no campus II da Universidade Paranaense, local que é desenvolvido o alto rendimento e a base dos paratletas de Toledo, o técnico Fabio Bento e nomes como Leonardo Zuffo, Breno Johann, Renan Rosso e Cintya Oliveira, donos de títulos importantes, recepcionaram os visitantes e além de praticarem juntos a modalidade também puderam trocar experiências no campo profissional. 

Segundo o técnico Fábio Bento, do Parabadminton Toledo, embora a visita tenha sido rápida em razão das competições do nacional, serviu para que esses paratletas pudessem conhecer um pouco da modalidade e também para trocar informações que poderão ser usadas em seus estados. Isso tudo na opinião dele faz com a modalidade siga o crescimento significativo registrado a cada ano. 

“Essa é uma maneira para divulgarmos a modalidade para estimular o seu crescimento. Por outro lado, o encontro também promoveu a interação dos paratletas das duas modalidades que além de trocar ideias sobre o desempenho também ganharam novos amigos”, explica o técnico Fábio Bento.

Se a experiência para os toledanos foi única, para os visitantes não poderia ser diferente. Para o amazonense Goutier Rodrigues, de 40 anos, que possui traumatismo no membro inferior, vítima de um erro médico quando era criança, o parabadminton está aumentando o número de praticantes e não poderia vir a Toledo e deixar passar essa oportunidade de conhecer esse projeto e paratletas de nível internacional como Leonardo Zuffo, Cintya Oliveira e Breno Johann. 

“Isso foi sem dúvida é um grande aprendizado. Em Manaus ainda são poucos praticantes, mas a modalidade vem crescendo e assim como o tênis de mesa, esse esporte abre um leque de oportunidades, de conhecer, se apaixonar e vivenciar não apenas a busca de resultados, mas muitas coisas para toda a vida”, disse o paratleta que é tetracampeão brasileiro e 18 vezes campeão amazonense.

<

CBBd no Twitter

Últimas Notícias CBBd

Mais Notícias