Notícias

Brasil mantém hegemonia e conquista oito medalhas nos Jogos Sul-americanos Santiago 2017

Segunda, 09 de Outubro de 2017, 10h47
Tecnologia da Comunicação/CBBd/HM
Tecnologia da Comunicação/CBBd/HM

O Time Brasil de Badminton encerrou o penúltimo dia de competições dos II Jogos Sul-americanos Santiago 2017, no último sábado, dia 7 de outubro,  com o maior número de medalhas de ouro entre os países, mantendo assim sua hegemonia na América do Sul, ao se notabilizar como grande destaques do dia,  onde a modalidade somou oito medalhas, sendo 3 ouros, 3 pratas e 2 bronzes, para os novos talentos do esporte nacional.



Foco, força e fé, desde o início do s jogos, foram o mote para os 4 atletas do Time Brasil de Badminton que representaram toda nação brasileira. Sania Valeria Passos Lima, Tamires Vitoria dos Santos, Vinicius Gabriel Soares Alecrim de Paula e Willian Guimarães cumpriram a frase à risca. Recebidos com toda estrutura pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), os novos talentos do esporte nacional chegaram à reta final da competição, sendo que todos voltam pra casa sendo medalhistas.


Willian Guimarães: Conquistou pódio de Ouro, Prata e Bronze na competição.


Se na primeira edição do Sul-americano da Juventude, em Lima, no Peru, em 2013, a competição revelou o atleta de badminton Ygor Coelho, que esteve nos Jogos Olímpicos Rio 2016, desta vez os Jogos revelaram mais quatro super talentos brasileiros de várias regiões do país.


Vinicius Soares conquistou 2 ouros e 1 prata para o Brasil.


A competição serviu ainda como uma espécie de estágio para estes promissores talentos, que almejam chegar nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018, a curto prazo. Pensando em um futuro mais longo, essa, certamente é a geração Paris 2024.


Ouro e Bronze, Tamires dos Santos é outro grande talento a garantir pódio ao Brasil.


Os atletas, juntamento com o técnico que os acompanha, Marco Vasconcelos, se encheram de predisposição para alcançar os pódios.



Samia Passos faturou 1 ouro e 2 prata no Badminton.



Os Jogos Sul-americanos da Juventude foram o cartão de visitas para essa geração de atletas que quer alcançar o alto rendimento com sucesso. Para muitos, é também a primeira competição internacional de grande porte de suas curtas carreiras.

Confira as medalhas do Time Brasil de Badminton:


Ouro

Samia Passos e Tamires dos Santos - dupla feminina

Tamires dos Santos e Vinicius Soares - dupla mista

Vinicius Soares e Willian Guimarães - dupla masculina


Prata

Sania Passos e Willian Guimarães - Duplas mistas

Sania Passos - Simples feminina

Vinicius Soares - Simples masculina


Bronze

Tamires dos Santos - Simples feminina

Willian Guimarães - Simples mascullina

 

Para os quatro atletas do Time Brasil de Badminton, mais do que os resultados esportivos, a experiência de participar de uma competição de grande porte será fundamental para o desenvolvimento de suas carreiras. A nova geração do esporte nacional deixa a capital chilena de forma honrosa com 8 medalhas, com 100 de aproveitamento em pódio. Com atletas entre os 14 e 17 anos, a geração Paris 2024 apresentou suas credenciais em Santiago e, agora, os olhos se voltam para Buenos Aires, onde, em 2018, serão disputados os Jogos Olímpicos da Juventude. A expectativa do Comitê Olímpico do Brasil (COB) é de que boa parte da delegação que esteve em Santiago também vá para a Argentina.



De 08 possíveis medalhas no total, o Brasil conquistou as 08. De 05 possíveis ouros, o Badminton conquistou 03 e Time Brasil da modalidade fizeram todas as finais, com mais 03 pratas. Os atletas também fizeram todas as semifinais, com todos eles e conquistaram mais 02 bronzes. Esse é o resumo final.



Os nomes que se destacaram agora fazem parte do radar do COB para apoiar seus desenvolvimentos esportivos.



Os Jogos Sul-americanos da Juventude comprovaram ainda a eficácia dos Jogos Escolares na detecção de talentos para o esporte de alto rendimento do país. Na delegação nacional de Santiago, 53 atletas eram provenientes do evento organizado pelo COB desde 2005. Isso em um universo de 89 atletas, considerando apenas as oito modalidades presentes no programa dos Jogos Escolares disputados em Santiago. A grande maioria destes atletas deixa a capital chilena com pelo menos uma medalha e muita história para contar.



Em Santiago, o COB ofereceu todo o suporte aos jovens atletas. A entidade montou um centro de convivência no hotel da delegação, com diversas atividades de lazer, além de estrutura de médicos, fisioterapeutas, massoterapeutas, nutricionista e psicóloga para atender os novatos do Time Brasil.



Assim como ocorre nos Jogos Olímpicos da Juventude, em Santiago foi oferecida aos atletas uma programação educativa e cultural paralela às competições. O COB também promoveu uma série de palestra com orientações sobre temas relacionados ao esporte e à carreira do atleta, como planejamento de carreira, nutrição, cuidados com o doping, educação financeira e cultura olímpica.


A segunda edição dos Jogos Sul-americanos da Juventude teve a participação de mais de 1400 atletas de 14 países. Na primeira, em 2013, na capital peruana, Lima, o Brasil conquistou 142 medalhas.


Parabéns aos nossos grandes talentos do Badminton.

Links Relacionados (Clique nos links para visualizá-los) :

<

CBBd no Twitter

Últimas Notícias CBBd

Mais Notícias